Buscar
  • guilhermelima01

Oclusão e DTM

Termo do I Consenso em DTM e Dor Orofacial / São Paulo, 2010


É consenso entre pesquisadores e clínicos especializados em Dor Orofacial que a oclusão dentária não mais pode ser considerada fator primário na etiologia da DTM (Magnusson et al., 1994, Selligman & Pullinger, 2000; Egermark et al., 2003; McNamara & Trüp, 1997;Mohlin et al., 1997). Alguns fatores de relacionamento oclusal são citados como predisponentes das DTM, entretanto, estudos demonstram que a correção destes fatores em indivíduos sintomáticos tem pouca eficácia no controle da DTM (Egermark et al., 2005; Koh & Robinson, 2004; Wadhwa et al., 1993).

A prática da Odontologia Baseada em Evidência (OBE) não ampara a prescrição de técnicas que promovem mudanças oclusais complexas e irreversíveis como o ajuste oclusal por desgaste seletivo, terapia ortodôntica ou técnicas de reabilitação oral protética no tratamento da Disfunção Temporomandibular (Koh & Rodinson, 2004).

Essa constatação cientifica, no entanto, não diminui a importância da oclusão na prática da Odontologia.

As patologias oclusais trazem conseqüências relevantes para o aparelho mastigatório no aspecto estético e funcional. O cirurgião dentista deve dedicar especial atenção à oclusão quando realizar exame físico ou quando executar qualquer procedimento clínico.


18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now